Ter um bom planejamento de carreira é fundamental para quem almeja conseguir se destacar profissionalmente. E nós não estamos falando do planejamento que as empresas fazem para seus funcionários, mas sim o seu próprio, garantindo que daqui alguns anos você conseguirá ocupar o cargo que almeja ou a posição que tanto sonha.

Para alguns esse sonho pode significar um cargo na diretoria ou na gerência de uma empresa importante, para outros conseguir abrir o seu próprio negócio e levá-lo ao sucesso, e ainda existem aqueles que sonham em ter mais qualidade de vida, trabalhando menos horas, mas garantindo um bom salário no final do mês.

Independentemente da sua meta, fazer um bom planejamento de carreira é indispensável. E para lhe ajudar, nós separamos algumas dicas importantes. Confira!

1. Saiba onde você quer chegar, mas seja realista

O primeiro passo para planejar a sua carreira é decidir a sua principal meta. Mas, claro, é preciso ser realista. Se você ainda é trainee, mas almeja o cargo de gerência, é fundamental que o seu planejamento considere o tempo necessário para que você consiga se qualificar o suficiente e ganhar a experiência necessária para essa função.

Outro ponto importante é buscar conhecer a realidade do cargo ou do sonho que você tem. Muitas pessoas almejam abrir o próprio negócio, mas não têm ideia do trabalho que gerir uma empresa pode dar – e quando conseguem realizar esse sonho, acabam se sentindo frustrados com a realidade.

Assim, antes de começar o seu planejamento de carreira pense exatamente em quais são as suas metas, busque ter certeza de que esse é o seu desejo e analise friamente quais passos você terá de tomar até conseguir realizar essa empreitada.

2. Não tenha medo de sair da sua zona de conforto

Se você faz todos os dias a mesma coisa, não pode esperar ter um resultado diferente do que tem agora. Isso significa que para realizar algo é preciso modificar a perspectiva e até as suas ações.

Sair da zona de conforto não é fácil, mas é indispensável para quem quer transformar algo. Pense exatamente no que lhe impede de realizar os seus sonhos – e corra atrás para superar essas barreiras.

Por exemplo, se você almeja um cargo executivo, mas não fala nenhuma outra língua além do português, essa é uma barreira óbvia. E para superá-la é preciso sair da sua zona de conforto, buscando se qualificar. Muitas vezes você notará que será preciso adquirir novos conhecimentos em outras áreas ou até mudar totalmente a sua profissão, se reinventando.

Isso pode assustar algumas pessoas, mas se você quer conseguir realizar os seus sonhos é fundamental modificar suas atitudes.

3. Trace metas e documente o seu plano

Um planejamento de carreira é algo sério e precisa ser documentado. Você precisa pensar onde está agora, onde quer chegar e o que fazer para conseguir isso, estipulando o tempo necessário para cada atividade.

Você poderá mapear os conhecimentos que precisa adquirir, a experiência necessária, e assim por diante, pensando em cursos, viagens, palestras, certificações e outros itens que lhe ajude a conseguir atingir o seu objetivo.

Dividindo o sonho em etapas menores ele se torna mais palpável e você verá que ele é, sim, possível – apenas será necessário um pouco de trabalho e dedicação para isso.

Se o sonho é abrir um novo negócio, mapeie se a ideia é aplicável, se existe público para seu empreendimento, como é a concorrência e os passos que você precisa tomar para concretizar essa ação, como: buscar financiamento, contratar pessoas, definir a sede, encontrar os sócios, entre outros importantes.

4. Invista em autoconhecimento

Muitas vezes são nossas próprias ações ou pensamentos que acabam nos delimitando e impedindo de alcançarmos os nossos sonhos. Sem perceber podemos nos boicotar, por exemplo, procrastinando ou até vendo empecilhos em tudo – o que dificulta tomarmos as rédeas da situação.

Quanto mais você se autoconhecer, mais fácil será detectar essas atitudes, assim como definir o que realmente é importante para você (e se a sua meta é algo que você deseja ou que lhe foi “imposto” pela sociedade).

Por exemplo, muitos estudantes acabam dedicando anos em cursinhos e etc. para conseguir entrar ema faculdade tradicional, como Medicina ou Direito. Porém, ao começarem os estudos descobrem que aquilo não tem nenhuma relação com a sua vocação e se sentem decepcionados. Isso pode ser devido a uma escolha errada, baseada no que os pais ou a família esperava do jovem.

Na vida profissional muitas vezes agimos da mesma forma, nos dedicando com afinco a uma cargo ou uma meta que não nos diz respeito, ao contrário são sonhos de outras pessoas projetadas em nós.

Quanto mais nos conhecermos, entendermos nosso potencial e sabermos o que realmente gostamos e queremos, mais fácil será para delimitar metas reais e que façam sentido – e trabalharmos de forma coerente para alcançarmos esse sonhos.

5. Controle a ansiedade

Depois de tudo esquematizado, pode ser difícil controlar a ansiedade. Lembre-se que apesar do planejamento o mundo não acompanha as nossas vontades.

Isso significa que, apesar do seu cronograma, pode ser que algumas coisas não saiam como o planejado e que você não alcance determinado patamar dentro do tempo esperado.

E, tudo bem. Um planejamento de carreira não é algo fixo e imutável. Pode ser que no meio do caminho a sua vida se modifique totalmente, e as metas que você estipulou há cinco anos, hoje já não façam mais tanto sentido.

Por isso, segure a ansiedade e modifique o que for necessário, adaptando o seu plano a sua realidade. O importante é tentar seguir o planejamento, mas se não for possível, evite se torturar.

E se algo não está correndo como o previsto, estude o seu plano e a sua realidade e veja o que pode não estar de acordo, modificando o curso da ação.

5. Não se isole

Nós sempre falamos aqui no blog sobre a importância do networking – e isso não é por acaso. Afinal, para a maioria dos objetivos profissionais contar com uma rede de contatos é uma forma valiosa de se chegar lá.

Por isso, considere esse ponto no seu planejamento de carreira, elencando as pessoas que podem lhe ajudar a conhecer outros profissionais, abrir novas portas ou até contribuir com conhecimento de mercado.

Participe de eventos do seu setor (ou do que deseja começar a atuar), saiba quem são os principais profissionais nos quais se espelhar, estude as referências mais importantes e faça contato com as pessoas. Quanto mais você for visto, mais fácil será de ser lembrado, aumentando as suas chances de atingir os seus objetivos.

E, então, com essas dicas, ficou mais fácil fazer o seu planejamento de carreira? Se você ainda tem alguma dúvida, é só deixar um comentário pra gente!

Share This